1 de junho de 2011

Alunos da Escola Senador Marcos Freire participam de aula externa na disciplina de geografia

Os estudantes visitaram pontos turísticos importantes dos municípios da região dos Campos Gerais

Alunos da Escola Municipal Senador Marcos Freire, no bairro Estação, participaram de aulas externas no mês passado. Um projeto elaborado pelo professor Sebastião Valter Fernandes da disciplina de Geografia com apoio da direção e demais professores e funcionários da instituição levou os alunos a pontos turísticos importantes dos municípios de Balsa Nova, Ponta Grossa, São Luiz do Purunã e Tunas do Paraná.

“A aula de campo é um momento especial no processo de ensino e aprendizagem do aluno, independente do nível no qual se encontra em sua formação educacional ou profissional. É a oportunidade de vivenciar concretamente as experiências e o aprendizado adquiridos em sala de aula”, falou o professor

No dia 04 de maio, alunos das oitavas séries fizeram uma aula de campo no município de Balsa Nova, na região da passagem do primeiro para o segundo planalto, em São Luiz do Purunã, local conhecido por Morro do Cristo e também em Vila Velha no município de Ponta Grossa.

"No Parque Estadual de Vila Velha puderam conhecer os arenitos, que são formações rochosas que apresentam formas variadas, como: a taça, o camelo, entre outras; as Furnas, que se caracterizam por grandes crateras com vegetação exuberante e água no seu interior (lençol subterrâneo) e a Lagoa Dourada que possui este nome porque ao pôr do sol suas águas ficam douradas", explica Fernandes.

Já no dia 13 de maio os alunos das sextas séries visitaram o Parque Estadual de Campinhos em Tunas do Paraná. “Este é o Primeiro parque estadual criado para conservar o Patrimônio Espeleológico do Paraná, tem uma área de 336,98 hectares que não abriga animais em cativeiros. Trata-se de uma área aberta com livre acesso para a fauna”, disse o professor.

Ainda de acordo com o professor o principal atrativo do parque é a Gruta dos Jesuítas, considerada a quinta maior caverna do Estado do Paraná em extensão (com 1400 metros aproximadamente).

“Há também as cavernas Jesuítas/Fada e a trilha da floresta. A trilha possui dimensão de 890 metros. No retorno das Grutas de Campinhos puderam conhecer também o Parque Tanguá em Curitiba que envolve uma área de 235 mil m², lugar de um antigo complexo de pedreiras desativadas”, concluiu o professor.


fotos divulgadas pela escola















0 comentários:

Postar um comentário

Nosso Twitter

    Siga a SMED